© Paulo Abreu e Lima

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

A adoração das espécies

Tenho na cozinha mosquitos que bebem café. São poucos, mas amantes de Robusta. Vejo-os todos os dias. De manhã saem do suporte da máquina onde meto a chávena; à noite, das mesmas onde ficaram as borras. São pequenos, frágeis e dóceis. Não me picam, mas bebem café. Há uns anos só tinha formigas. Eram mindinhas como todas, mas não sucumbiam aos prazeres dos doces. Nada disso, eram carnívoras, não resistiam ao prazer da carne. Carne vermelha, se faz favor, crua ou cozinhada que os dentes eram bons; na bancada ou no prato, não faziam cerimónia; da rabadilha ou do filet mignon, não eram esquisitas. Desapareceram. Ou foi do colesterol ou das palavras da Isabel Jonet.
 
Um dia vou querer ácaros sopranos que me embalem a cama fria e me entoem La Traviata. Não me importarei se passar a chamar-me Alfredo, desde que me possa aquecer junto duma Violetta. E, não se prendam, suportarei a despesa.

8 comentários:

  1. Delicioso post. Só que preferiria a Madame Butterfly...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem pensado, embora não sei quem tem um fim mais trágico, se Violetta, se Butterfly... se bem que aquele Dueto das Flores seja único. Fica a Madame Butterfly :-)

      Eliminar
  2. Muito bom, Paulo (como sempre!). Inteligente, bem humorado e cheio de subtileza nas entrelinhas.

    Beijinho :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Honestamente leve et pour cause.

      Beijinho :)

      Eliminar
  3. Mas a tua casa é algum jardim zoológico para os mais carenciados? Formigas havia-as aos montes na Luz e se bem me lembro, uma praga....mosquinhas na máquina de café só visto!!! Ri-me a bom rir....

    Quanto à escolha da ópera, é melhor escolher uma que não te lance as bactérias para cima :). Já basta os insectos que as transportam consigo e tas deixam onde pousam....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Virgínia, nem tudo o que escrevo corresponde à verdade. Designadamente tudo o que é mentira :)

      Eliminar
  4. OK, então vou passar a ler a ficção que tu escreves com mais cuidado. Sorry!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ficção: ácaros na cama a cantar ópera.
      Verdadinha: formigas carnívoras e mosquitos cafeinómanos...

      Eliminar